Sobre os meus filhos…

A cada dia, minha paixão por eles vai crescendo. Acordo no meio da noite, exausta, remelenta, chego no berço e encontro uma fofura de cada lado do quarto, os dois sorrindo pra mim… o que me dá a certeza de que eu mataria e morreria para que eles não sofressem nem por um segundo.

E quando eu olho para cada um, tenho a consciência de que são duas pessoas, que terão desejos e opiniões, e sinto tanta coisa ao mesmo tempo…

O Thomas é o meu moleque sabido, vivaz e voraz. Tem um “quê” de impetuoso e seu olhar é um dos mais expressivos que eu já vi em um bebê tão novinho. É charmoso e com isso conquista a todos em sua volta. É impaciente, bravo, não sabe esperar.

Filho, precisamos tomar cuidado para equilibrar a atenção que damos a você e à sua irmã, senão você monopoliza tudo! Estamos sempre sendo solicitados por você, que retribui com um sorriso largo e gritinhos de felicidade. Tenho medo de que você se torne um menino mimado e egocêntrico – você faz o que faz e consegue chamar nossa atenção…Você é um machinho alfa, logo se vê, um fiel representante da sua espécie. Olho pra você e já sinto orgulho, antevendo o homem inteligente e determinado que será um dia. Outro dia imaginei o dia do seu casamento e chorei litros… Sinto um amor cheio de satisfação por você, meu filho. Minha ferinha, meu bravinho, meu pequeno homenzinho…

E da Sofia, o que falar? Um verdadeiro anjinho na minha vida. Ela é um misto de delicadeza e meiguice, que não passam desapercebidos aos olhos de ninguém. Sempre sorrindo, espera com paciência sua vez de mamar, de tomar banho, de ser pega no colo. Se está com sono, basta coloca-la no berço e oferecer um carinho que ela logo dorme. Sofia tem uma aura de encanto e serenidade, olhar para ela invariavelmente me enche de ternura. É a menininha da casa e, com a impetuosidade do Thomas, por vezes tenho receio de que ela seja preterida e sofro com a ideia. Entao a cubro de beijos e de amor, para que nada possa atingi-la.

Sofia, você é minha princesa, meu cisquinho de gente, minha passarinho, e eu vou viver para protege-la. Minha querida filha, meu encanto, minha simpática miniatura. Que os seus amigos anjinhos conservem este olhar iluminado e essa energia cheia de luz que voce tem, para que possa compartilhá-la com o mundo e torna-lo um lugar melhor.

Meus filhos amados, que complementam a minha existência e preenchem todos os minutos da minha vida e do meu pensamento. Minha vida mudou, tenho certeza, e não quero nem imaginar como ela seria se eu não tivesse finalmente ter aceito encarar a maternidade de peito aberto.

Anúncios

3 comentários sobre “Sobre os meus filhos…

  1. Cristiane disse:

    Fabrícia. A vida é mesmo uma caixinha de surpresas… Boas e ruins, mas de tudo temos que tirar uma lição… Aprende-se a amar e a perdoar…
    Beijos e muita luz na sua vida… Adorei seu blog…

  2. Debora Leite disse:

    Nossa, Fabricia…que lindo seu post…sou sua fã sim…Parabéns…merece um livro…bjs para vc e para os pequeninos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s