O céu está em festa

Apesar de 2010 ter sido o ano em que começamos a planejar a nossa gravidez, também foi o ano mais dolorido da minha vida.

Meu pai enfrentou um câncer.

Foi um período repleto de aprendizado e luta, de dores, de reflexões e sentimentos contraditórios. Com a doença, veio a chance de repensar nossas posturas, de apagar mágoas e conflitos do passado, de exercer a caridade, o amor ao próximo e a solidariedade dentro de casa, com um ser que amamos infinitamente.

Nos momentos mais difíceis e tensos, muitas vezes agradeci a Deus por ainda não ter nos enviado o nosso filho. Imaginava a agonia de estar grávida e enfrentar tudo o que estávamos passando, sofrendo, angustiados e cheios de conflitos.

Mas agora, o céu está em festa. Meu pai se livrou das dores que o acomentiam, das confusões mentais, das limitações que a doença lhe impôs. Deus, cheio de misericórdia e amor incondicional, olhou por ele e por nós.

Meu pai foi morar do outro lado da vida. Se despediu no sábado de mim, perguntando se eu permitia que ele fosse ‘embora’. Eu disse que sim, se ele queria ir, que fosse em paz e nos levasse no coração. Em alguns minutos de lucidez me beijou, disse que também me amava e me acenou com a mão, num adeus.

Foi o dia em que eu conheci o verdadeiro significado da palavra tristeza. No mesmo dia em que eu aprendi o que significava ser completamente impotente diante de uma situação.

Meu pai partiu para sua grande viagem no domingo. Com tristeza, nos despedimos dele, um até breve cheio de emoção e saudades.

Com meu pai aprendi a ser feliz a cada dia, com cada motivo que a vida nos oferece. Aprendi a ter posturas primordiais como a honestidade, o bom caráter e a ser correta e justa. Aprendi a não ter preconceitos, a sorrir para as dificuldades e a lutar.

É em respeito à sua memória que já estou de volta ao trabalho, sorrindo para a vida, com o coração cheio de paz e a cabeça cheia de planos.

Porque tenho a certeza que nos encontraremos de novo – e que o céu está em festa, recebendo de volta um filho querido, que já chegou com piadas novas e uma imensa vontade de ser feliz também lá do outro lado.

Pai, vou sentir saudades. Mas vou ser feliz, em sua homenagem.

Anúncios

2 comentários sobre “O céu está em festa

  1. Rosangela(Rose) disse:

    Oi, amiga! Amiga distante e perto ao mesmo tempo, fico feliz que está enfrentando a partida do seu pai com esperanças de que um dia iram se encontra,! E que nem sempre ter a pessoa perto significa “felicidade”, as vezes precisamos nos permitir dizer adeus, antes de alguns sonhos e realizações, mas, Deus sabe muito bem o que faz, todos nós temos nosso tempo e experiências que temos que passar…
    A vida é assim! Um ciclo eterno de renovações…
    Termino esse humilde recado dizendo… o que precisar estou aqui, longe e perto ao mesmo tempo, pois longe dos olhos é sempre bem pertinho do coração…
    Te adoro e viva a vida, afinal seu papis iria querer isso mesmo, que continuasse a viver.

    bjs Deus abençoe.
    Rose

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s